23 de jun de 2015

Diferencie com Luck Spike


Oi galera? Hoje vou trazer para vocês mais uma entrevista da série Diferencie. A entrevista de hoje é com o Luck Spike. Eu conheci o Luck em um grupo do Facebook, chamado, Afrers. Ele tem um estilo bem diferente. Mas o fato dele ter um estilo diferente não impedi dele ser uma pessoa legal! Então, por isso gostaria de que vocês conhecessem ele...


1. Qual o seu estilo? E como adotou ele?
Não tenho estilo definido, acabo usando muitas coisas diferentes conforme minha vontade... mas meu estilo passa perto do gótico, e é dele que tiro muita referência pros meus visus.


2. Você já sofreu algum tipo de violência física ou psicológica por causa do seu estilo? Se sim, fale um pouco sobre.
Nunca sofri violência, apenas comentários que ouço, no dia a dia inclusive, mas que já acostumei. Acho que apesar de tudo o povo ainda tem medo de mexer muito comigo por que não entende o que é, então zoa de longe só.



3. Você se inspira em alguém? Se sim, em quem?
Me inspiro em muitas pessoas, a maioria do exterior, que tem estilos que eu acho fodas. Dentre eles são a Samuel Nox, Raza Ward, Mechannical Skull, Tommy Liddell, Caligo Bastet, Marilyn Manson, etc. Fora isso acabo usando muita referência do tumblr, pinterest, google, e de estilos góticos como cybergoth, steampunk, deathrock, etc.


4. Nas ruas, como as pessoas reagem ao ver o seu estilo?
Tem de tudo xD. Tem desde velhinhas que param pra elogiar, mulheres que pedem pra tirar foto comigo, caras que perguntam se é gótico e fala que já foram, gente que pensa que sou punk mesmo não sendo parecido, mas também tem muitos que zoam, me chamam de capeta quando uso algo mais chamativo e estranho, acho que isso varia muito da pessoa e tem quem goste, quem não ligue, quem odeie. O importante é só aprender a lidar com as divergentes opiniões sem se sentir mal pelas ruins.


5. Existem pessoas que não aceitam diferenças, o que você diria para essas pessoas?
Como eu disse, tem gente que aceita e rejeita tudo o que quer, e acho que elas só precisam ver que não existe certo e errado, e que não sou "o diferente" e sim ela que é "a normal", afinal, todo mundo é diferente de todo mundo, só que a maioria escolhe se parecer.


6. O que você diria para alguém que não gosta de diferenças, seja de estilo, ou até mesmo o modo de pensar?
As pessoas não buscam a diferença, elas são naturalmente diferentes desde sempre e para sempre. O problema é que as pessoas tem mania de querer se "normalizar" sendo todas parecidas e pensando de forma comum, usando estilos e tendo gostos em comum, e isso acaba segregando mais do que agregando.


E então? O que vocês acharam? Espero que tenham gostado... Até a próxima.

2 comentários:

  1. Muito legal o estilo dele. Eu gosto de ver pessoas assim, que usam coisas diferentes e que não se importam com o que os outros vão falar. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  2. Eu também gosto Adriana!
    Gosto mais ainda quando as outras pessoas tem uma opinião que nem a sua. E acima de tudo respeita as diferenças.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, vamos ler, e responde-los! Obrigado...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Dois Jeitos de Ser - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Daiane Santos ¬ Vitória Alves.
Tecnologia do Blogger.