6 de jan de 2015

E quem nunca sentiu saudade?

SAUDADE. Palavra pequena, tem só sete letras. Mas que sinceramente doí muito no peito! E esses dias eu estava me perguntando: Quem nunca sentiu saudade?! Seja la do que for. Seja de uma pessoa amada que estar distante ou do cachorro que foi dar uma passeada, ou mesmo de um objeto qualquer. Eu costumo sentir saudades de tudo sabe? Costumo sentir saudade ate de uma folha de papel que jogo no lixo. Ultimamente minha maior saudade é sentida por um objeto. É, podem me cruscificar por esse motivo mas sinceramente, mas eu não dou a minima.


Sabe quando você sente prazer por algo? Quando pensa naquilo você já sente um prazer inabalável? Pois é tipo eu agora. Tô sentindo uma saudade enorme do skate. Gente, eu conheci o skate por um amigo. Na minha cidade, por ser pequena e pacata. Os skatistas não tem muito apoio, eles nem se quer tem pistas nem nada. Eles acabam andando nas praças e qualquer outro lugar que seja legal pra andar, seja la praças, quadras, etc. Eu antes de engravidar vivia andando e passeando. E de vez em quando encontrava eles andando de skate por ai. E tipo, fiquei com uma vontade enorme de aprender a andar. Daí o destino fez com que eu virasse amiga de um garroto que gosta do skateboard.


Então, depois de um tempo bem curto que durou só durou 1 ano e 4 meses eu finalmente comecei minhas aulas de skate. E cara, foi simplesmente mágico. A primeira vez que consegui me equilibrar foi demais, e ai foi só evoluindo. Aprendi a remar, ate chegar ou nivel de sair sozinha... Só que, por eu ter minha filha, estudar o dia inteiro, eu nao consigo mais andar de skate. E isso já ta me levando a loucura. Já senti saudades de muitas coisas, mas como estou sentindo do skate, NUNCA! Ele é um esporte que conquistou meu coração sabe?! 



P.S.: Gente, obrigado por me ouvir um pouco! Tava precisando desabafar... 'rs :)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, vamos ler, e responde-los! Obrigado...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Dois Jeitos de Ser - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Daiane Santos ¬ Vitória Alves.
Tecnologia do Blogger.