25 de nov de 2014

Reflexão: Primeiros Erros

Oi gente! Eu não sou muito fã de rock, mas gosto de muitas músicas desse estilo. Um exemplo é a música Primeiros Erros, de Kiko Zambiachi, que ficou mais famosa quando foi regravada pela banda Capital Inicial.
Pra mim, essa música é um hino, eu amo essa música. Sabe quando em alguns momentos da vida você super se identifica com alguma música? Então, foi isso.
Por isso, hoje eu resolvi trazer uma reflexão, a minha interpretação da letra de Primeiros Erros. Até por quê, em diferentes situações e momentos, cada pessoa tem um entendimento diferente das coisas.

Bem, aqui está a letra:

Meu caminho é cada manhã
Não procure saber onde estou
Meu destino não é de ninguém
E eu não deixo os meus passos no chão
Se você não entende não vê
Se não me vê, não entende

Não procure saber onde estou
Se o meu jeito te surpreende
Se o meu corpo virasse sol
Se a minha mente virasse sol
Mas só chove, chove
Chove, chove

Se um dia eu pudesse ver
Meu passado inteiro
E fizesse parar de chover
Nos primeiros erros
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria sol
Mas só chove, chove
Chove, chove

Se um dia eu pudesse ver
Meu passado inteiro
E fizesse parar de chover
Nos primeiros erros
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria sol
Mas só chove, chove
Chove, chove

Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria
Mas só chove, chove
Chove, chove
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria sol
Mas só chove, chove
Chove, chove

Para mim, ela fala de uma pessoa independente, sem rotinas, e também arrependida. Essa pessoa cometeu muitos erros e é muito mal julgada por isso,o que a faz se sentir muito culpada .
              
Um dos trechos que eu acho mais bonito é o refrão:
Se um dia eu pudesse ver
Meu passado inteiro
E fizesse parar de chover
Nos primeiros erros
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria sol
Mas só chove, chove
Chove, chove

Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria
Mas só chove, chove
Chove, chove
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria sol
Mas só chove, chove
Chove, chove

Neste trecho, a pessoa fala que tudo o que queria, era voltar atrás e consertar tudo, mas infelizmente ela não pode.  O Sol representa a perfeição e a chuva, em contraste, representa os erros. Ela deseja ser perfeita, mas só erra.

Bem, essa foi minha interpretação dessa música, espero que vocês gostem! E se quiserem que eu faça reflexões de outras músicas que vocês gostam, é só deixar nos comentários que eu tentar atendê-las!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, vamos ler, e responde-los! Obrigado...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Dois Jeitos de Ser - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Daiane Santos ¬ Vitória Alves.
Tecnologia do Blogger.