19 de jan de 2015

Resenha: Cidades de Papel

Oi gente! Hoje eu trouxe para vocês a resenha de Cidades de Papel, um dos livros de John Green, autor de A culpa é das estrelas.


Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre desde criança uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman . Na época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas durante a adolescência, eles foram se afastando, e hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma. Sua vida se resume basicamene em estudar e jogar videogame com os melhores amigos, Ben e Radar.

Ben sofre bulling devido a um incidente envolvendo uma calça molhada de sangue (nada grave). Radar além de ser totalmente obcecado por seu site, tem pais que colecionam papais-noéis negros. A casa de Radar é lotada deles!

Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança (contra todas as pessoas que a magoaram nos últimos dias), e  ele, é claro, aceita.

Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, cheio de esperanças de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida finalmente se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte. Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentim logo encontra pistas deixadas por ela, que somente ele é capaz de decifrar, e começa a segui-las.

O livro tem um ritmo empolgante, e ficamos o tempo todo com o coração acelerado para saber a próxima descoberta. A única coisa de que eu não gostei foi o final,sei lá, não engoli aquele final…

Jonh Green nos faz refletir sobre a nossa jornada em busca do autoconhecimento, amadurecimento e libertação das amarras sociais em que estamos inseridos desde que nascemos.

Bem, essa é a resenha de Cidades de Papel, eu gostei muito, a única coisa que não gostei, como já disse foi o final. Espero que leiam e gostem, ah, esqueci de dizer, vocês vão dar boas risadas!

Para deixar vocês mais curiosos, trouxe alguns trechos, e se quiserem um post somente com as melhores frases do livro, é só deixar nos comentários!







3 comentários:

  1. Adorei a resenha e também o livro,a história é super empolgante,mas o final também me decepcionou um pouco,enfim eu recomendo a leitura,é bem reflexiva :)
    Beijos e sucesso!!!
    www.littlewonderscrm.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. olá tudo bem gostei do livro e quero o post com as melhores frases

    ResponderExcluir
  3. Bombom di Carvalho, pode deixar que irei fazer um post com as melhores frases!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, vamos ler, e responde-los! Obrigado...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Dois Jeitos de Ser - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Daiane Santos ¬ Vitória Alves.
Tecnologia do Blogger.